O Que Fazemos no Plano Espiritual Enquanto Estamos Encarnados?

2

Para entender o que fazemos no plano espiritual enquanto estamos encarnados, devemos antes entender alguns conceitos básicos da espiritualidade universal.

O plano espiritual nada mais é do que a vida além da matéria coexistindo no mesmo espaço que nós aqui encarnados, porém em estado de matéria quintessênciado.

Quanto menor a frequência vibracional, mais denso é a natureza da matéria, dos pensamentos e dos sentimentos, assim como maior a vibração, mais sutil e elevados são a matéria, pensamentos e sentimentos.

De posse deste conhecimento primordial da existência a nível universal, podemos agora compreender que existem faixas de vibrações diferentes, sendo essas faixas chamadas de dimensões espirituais pelos humanos, onde podemos dar mais um passo de conhecimento e concluir que, dessa variedade de dimensões então conhecemos agora o que é a multidimensionalidade.

O planeta terra e todo universo material observado com os olhos físicos estão dentro da 3ª dimensão vibracional, o que se sabe ser o estado mais denso para manifestação da consciência, ou seja, estamos no estado inicial de nossa jornada evolutiva rumo a dimensões mais sutis (elevadas).

TUDO É ENERGIA

Na medida que nossa consciência vai vivenciando experiências em uma sequência de vidas e mortes de um corpo físico através do que se chama reencarnação (recapeamento do espírito que suporta a consciência), vamos depurando nossos pensamentos e sentimentos, assim elevando nossas vibrações (frequência vibracional), o que nos permite acessar dimensões cada vez mais sutis (elevadas).

Agora sim podemos falar sobre “O Que Fazemos No Plano Espiritual Enquanto Estamos Encarnados“.

Uma atividade natural e necessária para manutenção da vida enquanto encarnados é o fato de dormir para descansar o corpo físico, onde o organismo realiza diversas atividades de recuperação para novas tarefas do dia seguinte, assim como o cérebro sai do estado de vigília e entra em estado de suspensão temporária para repouso, o que chamamos de Sono.

Paralelamente, uma outra importante atividade natural e necessária para manutenção da vida enquanto encarnados acontece no período chamado sono. É a necessidade do que chamamos de psicossoma (corpo espiritual), de se desconectar e permanecer alguns centímetros de distância do corpo físico para que recarregue os níveis de energia cósmica necessária para manutenção da vida na matéria.

E é justamente nesse momento que algumas variáveis podem acontecer durante o período do sono do corpo físico:

Abaixo descrevo algumas das variáveis possíveis:

– O corpo espiritual (psicossoma) permanece apenas deslocado à poucos centímetros do corpo físico (soma) em estado de repouso e a consciência sem nenhum nível de lucidez.

 

– O corpo espiritual (psicossoma) se afastado corpo físico mantendo a consciência em estado sonambúlico, então perambulando em áreas afins dentro de seu nível vibracional de pensamentos e sentimentos, interagindo com outros encarnados da mesma vibração e também desencarnados nas mesmas condições. (Pode haver lapso de memória destes momentos quando acordar, assim como também trazer consigo energias dos locais e pessoas ao qual teve as experiências).

Boas experiências, boas energias com um despertar agradável. Más experiências, más energias com um despertar desagradável trazendo mal estar e cansaço exacerbado, pois pode ter sofrido assédio espiritual, ou seja, ter sido vítima de vampirismo energético.

 

– O corpo espiritual (psicossoma) se afasta do corpo físico e a consciência pode estar ou não com plena ou algum nível de lucidez, porém é levado por seu mentor (amparador extrafisico) para atividades de auxílio e socorro no plano espiritual.

Por estarmos encarnados, somos portadores de um tipo de energia densa e fluídica chamado Ectoplasma, onde essa energia pode ser utilizada por mentores espirituais para resgatar consciencias recém desencarnadas, assim como consciencias desencarnadas presas nos níveis mais densos da 4ª dimensão (plano astral inferior, também conhecido como umbral pelos espiritas).

No despertar trazemos pouca ou nenhuma memória desse trabalho já que são imagens que poderiam ser traumáticas para os menos preparados.

O despertar também é acompanhado de satisfação, sensação de uma noite de sono restauradora e com possível cansaço gostoso, como de alguém que trabalhou e descansou, pois há um trabalho de recuperação energética realizado pelos mentores em benefício do encarnado auxiliar de socorro.

 

– PROJEÇÃO ASTRAL CONSCIENTE.

Esse deve ser o objetivo de todo encarnado pois mostra, com extrema lucidez, todas a nuances da vida no plano espiritual. Contudo deve ser observado o próprio nível consciencial, já que o projetor poderá ser atraído para regiões em sintonia com sua vibração de sentimentos e pensamentos que lhe são mais comuns.

 

Faça uma autoanálise de como és em sua vida física e saberás para onde irás no plano espiritual.

 

 

Caro irmão ou irmã, apesar de haverem regras de sintonía onde é clara a sabia lei de que semelhantes atraem semelhantes, não podemos cair no erro de criar variáveis fechadas destas situações primárias aqui transmitidas, ja que todos estamos sucetíveis à intervenções espirituais promovidas por nossos mentores e irmãos amparadores.

O grande segredo para o alcance e ampliação de experiências multidimensionais é nos sintonizarmos com níveis vibracionais de pensamentos, sentimentos e energias cada vez mais elevados com o trabalho da auto-depuração consciencial continua, através do policiamento e melhoria de nossas ações e reações cotidianas.

Por este motivo sempre digo…

Sejamos Luz!

Ou seja, vivamos em níveis vibracionais mais sutís (elevados)!

 

Carlos de Oliveira

(Shietnar)

2 Comentários
  1. Clara Gomes Diz

    Ótimo texto irmão, gratidão !

    1. Shietnar Diz

      Gratidão a você irmã!

Deixe seu comentário